Imoralidade sexual na Bíblia

Imoralidade sexual na Bíblia

Imoralidade sexual na Bíblia revela que este assunto não é algo novo, pertencente apenas à sociedade dos nossos dias.

Em nossos dias temos constante acesso à notícias que dão conta de como estas práticas de imoralidade sexual tem se espalhado, mas elas são milenares.

Há um terrível bombardeio por parte de muitos daqueles que querem, não apenas praticar, mas incentivar tais práticas às demais pessoas.

A imoralidade sexual esteve presente, especificamente, em dois momentos distintos, na prática de povos mencionados na Bíblia.

Práticas de imoralidade sexual na Bíblia

E estas práticas, que demonstravam tamanha afronta, anteciparam acontecimentos relevantes para a história: a destruição da humanidade no dilúvio, e a destruição de Sodoma e Gomorra.

A imoralidade sexual nos dias de Noé

No livro de Gênesis encontramos o fato conhecido, acerca da preparação da arca, por parte de Noé, para que sua família fosse preservada.

O motivo tinha a ver com a corrupção do homem, com suas práticas e pensamentos maus, com perversão e atitudes violentas.

Versículos bíblicos do capítulo 6 revelam os motivos pelos quais Deus deu à Noé a incumbência de anunciar à todos o dilúvio:

  • Maldade (Gênesis 6:5) – “E viu o  SENHOR que a maldade do homem se multiplicara…”
  • Corrupção e Violência (Gênesis 6:11) – “A terra, porém, estava corrompida diante da face de Deus; e encheu-se a terra de violência”.

Acerca desta época, no Evangelho de Lucas encontramos Jesus instruindo seus discípulos, fazendo menção da perversão existente na época de Noé.

Os homens maculavam a instituição do matrimônio. Casavam e davam-se em casamento representa grande desrespeito pela fidelidade conjugal.

  • Perversão (Lucas 17:27) – “Comiam, bebiam, casavam, e davam-se em casamento, até ao dia em que Noé entrou na arca, e veio o dilúvio, e os consumiu a todos”.

Sodoma, Gomorra e a imoralidade sexual

Também nos tempos de Abraão Deus contemplou grande aumento de práticas pecaminosas, e lhe anunciou a destruição de Sodoma e Gomorra.

O texto de Gênesis 18:20 diz: “Disse mais o SENHOR: Porquanto o clamor de Sodoma e Gomorra se tem multiplicado, e porquanto o seu pecado se tem agravado muito”.

Um exemplo disso é o texto do capítulo 19, quando os homens de Sodoma cercaram a casa de Ló buscando fazer sexo com os anjos (caídos) que o visitaram.

Gênesis 19:5 – “E chamaram Ló e disseram-lhe: Onde estão os varões que a ti vieram nesta noite? Traze-os fora a nós, para que os conheçamos”.

O resultado foi a repentina destruição destas cidades, manifestação do juízo divino sobre as concupiscências da carne, conforme lemos em Gênesis 19:14:

“Então, saiu Ló, e falou a seus genros, aos que haviam de tomar as suas filhas, e disse: Levantai-vos; saí deste lugar, porque o SENHOR há de destruir a cidade. Foi tido, porém, por zombador aos olhos de seus genros”.

A imoralidade sexual nos dias atuais

Como nos dois exemplos acima, o momento atual é repleto de prática pecaminosas e provocativas à Deus. O gênero humano perdeu o temor.

Mas como Noé e Abraão, há aqueles que são responsáveis por anunciar a mensagem do juízo de Deus sobre toda a Terra.

Quer ouça, quer não, continuamos alertando que Jesus Cristo voltará pra buscar aquele que for fiel. Nós lutamos, mas não nos assustamos, pois sabemos que o fim está próximo!

 

O que achou do artigo?